BEM VINDOS

BEM VINDOS A TODOS; CURTAM BASTANTE

quinta-feira, 2 de junho de 2011

ATUALIZADO HOJE = 02 D AGOSTO

VEM AÍ... NÃO PERCÃO..


NOTICIAS EM LOG...





Sandy concende entrevista ao DN e fala de show em Natal

Publicação: 02/06/2011 08:19 Atualização: 02/06/2011 08:39

De Sérgio Vilar para o Diário de Natal



Foram apenas 22 minutos de atraso. E de um número confidencial, no outro lado da linha, a própria Sandy se desculpa: "Olha, desculpa pelo atraso. Mas são mil coisas aqui. Será que podemos conversar rapidinho?". A entrevista a seguir diz respeito ao novo trabalho da cantora e agora compositora, intitulado Manuscrito. A turnê do primeiro CD em carreira solo - lançado em maio de 2010 - foi retomada sob direção do irmão, Junior Lima, e produção do marido, Lucas. Sandy comentou a nova fase musical, inspirações e a vontade de gravar um CD de jazz. E não se eximiu de responder os motivos pelos quais gravou a divulgada propaganda da cerveja Devassa. A última garota-propaganda da cerveja foi a polêmica atriz Paris Hilton, cujos vídeos eróticos em transas com o namorado foram espalhados pela internet - uma imagem radicalmente oposta à de "menina muito comportada" ainda passada por Sandy. A "menina" de 27 anos agora está sozinha no vocal após quase 20 anos de carreira e apresenta as músicas de um CD autoral e mais maduro. Além das canções inéditas, Sandy selecionou sucessos da época em que fazia dupla com o irmão. A cantora também apostou em releituras. Sobre o show na cidade, ela comenta: "Estou muito feliz por me apresentar em Natal".

Manuscrito é mais autoral; traz um pop acústico. Esta será a tônica dos próximos trabalhos?

O CD ficou muito a minha cara: reflete quem sou como pessoa e artista. Acho que encontrei um estilo que me agradou e foi bem aceito pelo público, mas não sei se será o mesmo dos próximos álbuns.

O CD tem lá um que de tristeza em algumas canções. Foi reflexo de algum momento seu?


Sim. Foram momentos mais melancólicos que passei. E gosto de usar essa melancolia para compor esses acordes menores; ela me inspira muito, me encanta, me comove. E realmente tem algo biográfico, mas não é totalmente a minha história. São meus sentimentos que misturo com alguma ficção.

O CD está bem uniforme, com canções gostosas de ouvir. Foi difícil escolher o título?


Ah, muito obrigada! Mas olha, escolhemos as músicas Quem eu sou e Vou pensar, já bem aceitas pelo público.

No Programa do Jô você disse gostar muito de jazz e deu uma canja lá interpretando Summer Time. Já pensou em um CD mais ao estilo?

Gosto muito, muito, muito de jazz. É o que mais ouço. Já fiz turnê solo em um projeto paralelo quando ainda cantava com Junior. Era um repertório variado de músicas que eu gostava de cantar. Me realizei bastante. Mas é cedo para pensar nisso. Quem sabe, né?

Junior participou de algumas composições do CD e da concepção do show. Como se deu essa retomada na parceria?

Isso. Ele foi um dos produtores do disco. Também compôs duas músicas e é o diretor do show. Lucas é o produtor. Ele ajudou na concepção de cenário, de som... E aí chamamos especialistas para concretizar as ideias. Também fez vídeo junto com o diretor do clipe. E olha: ele deu show, é muito bom trabalhar com Junior.

Você já teve um retorno quanto à aceitação desse novo estilo?

Meu público é mais ou menos esse: um público já com seus 30 anos. E muitos continuam me acompanhando e se identificaram com o novo som. O bom é que vejo também outro público surgindo, que não se identificava tanto e hoje recebe bem essa nova proposta.

Você foi garota-propaganda da cerveja Devassa. A ideia foi uma jogada de marketing no intuito de mostrar sua nova fase ou foi um lance financeiro?

Nenhuma das duas coisas. Não foi marketing meu até porque recebi o convite deles. E achei um conceito de propaganda bem moderno. E outra: não menti ali. A propaganda fala de comportamento. Não é outra coisa. Todos nós temos um lado mais desinibido, descontraído. E tem o lado financeiro também. É importante para o artista se manter, se sustentar.





15ª Convenção do Comércio e Serviços do RN começa hoje






Publicação: 02/06/2011 09:11 Atualização:


De Alex Costa para o Diário de Natal


Um dos eventos mais esperados por empreendedores e lojistas começa hoje, a partir das 10h, no Teatro Riachuelo. A 15ª Convenção do Comércio e Serviços do RN, maior evento lojista do estado, será aberta com a presença das principais autoridades potiguares, no primeiro evento desse porte que o Teatro Riachuelo irá receber Amauri Fonseca, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Natal (CDL), entidade promotora do evento em parceria com a Federação das Câmaras Dirigentes Lojistas (FCDL/RN), aguarda a participação de mais de mil convencionais para assistir as 11 palestras e painéis com casos de sucesso.

"Assumi a presidência num ano muito importante para a CDL Natal, e é uma honra fazer parte da história de uma entidade tão representativa para o comércio e serviços não só da capital, mas também do RN. Espero dar minha contribuição para que possamos crescer e nos fortalecer cada vez mais perante a sociedade", disse o presidente Amauri Fonseca. Comemorando 50 anos de representação da classe, a CDL Natal recebe o evento como pacote de festividades pela data.

A abertura será marcada pelo designer Hans Donner, que ministrará a palestra com o tema "Como dinamizar marcas para que se mantenham vivas e impactantes?". Donner é um dos nomes mais aguardados do evento, principalmente para os que têm interesse na área de comunicação. "É um privilégio termos o Donner conosco. Com certeza muita novidade será passada e a oportunidade de crescer em experiência e conhecimento é tentadora", afirmou o presidente da CDL.

Segundo Amauri Fonseca, a CDL já tem uma tradição de oferecer programação de conteúdo, que atrai o público regional e sempre promove nomes para as Convenções Nacionais. O evento tem como objetivo fazer com que os participantes tirem o maior proveito das informações e troquem experiências que favoreçam o amadurecimento e crescimento dos empresários.

Este ano os temas são diversos, buscando atender todos os segmentos e estimular todas as áreas dentro das empresas. Além de painéis como "Empreendedorismo na Internet" com Fábio Seixas (Camiseteria), Julio Vasconcelos (Peixe Urbano) e Fred Alecrim (Blog UAUgomais); a Convenção apresenta os casos de sucesso de empresários do RN com Ricardo Abreu (Abreu Brokers), Daladier Cunha Lima (FARN) e Durval Dantas (Maré Mansa), mais nove palestras vão compor a totalidade da programação.

Nomes como Mário Castelar, ex-diretor de marketing da Nestlé, Artur Marinho, especialista em capacitação de RH, Laurentino Gomes, escritor e historiador, Marcos Malafaia, jornalista e empresário, David Barionni, ex-presidente da TAM e muitos outros, formam a grade de palestrantes.

De acordo com a assessoria de comunicação do evento, as delegações de todos os municípios concorrem a prêmios.



Deputados Gustavo Fernandes e George Soares promovem audiência pública para retomar discussão do projeto Baixo Açu









dep_gustavo_fernandesOs deputados estaduais Gustavo Fernandes (PMDB) (foto) e George Soares (PR) promovem, nesta sexta-feira (03), às 9h30,uma audiência pública, na Assembleia Legislativa do RN, para retomar as discussões do projeto Baixo Açu, relacionado à agricultura irrigada no Rio Grande do Norte.



“Vamos discutir especificamente três problemas: o do regularização fundiária, o da recuperação da infraestrutura e o da atração de novas empresas. As dificuldades no Baixo Açu já se arrastam há mais de 30 anos no Rio Grande do Norte, enquanto que outros estados, como Ceará, Bahia e Paraíba, por exemplo, conseguem mais investimentos federais para projetos desta natureza”, observa o deputado Gustavo Fernandes.



“Queremos, com essa audiência, mostrar a importância da discussão na Casa Legislativa de um projeto como o do Baixo Açu, que, há anos, veio para trazer desenvolvimento para a região e, até agora, esse objetivo não foi alcançado, em virtude da burocracia e pela falta de políticas públicas", destaca George Soares.



Representantes dos irrigantes, do Governo do Estado, do DNOCS, Ministério Público, entre outros, foram convidados para o evento na Casa Legislativa. O assunto é recorrente há vários anos no Estado. O Distrito de Irrigação do Baixo-Açu (DIBA) é o órgão que congrega todos os usuários d’água do perímetro. Foi fundado em março de 1997, com a finalidade de administrar, operar e manter a infra-estrutura de irrigação e drenagem de uso comum do perímetro.



Fonte: Assessoria de imprensa do deputado estadual Gustavo Fernandes



Audiência Pública discute situação do rio Apodi-Mossoró


Quinta-feira, 02 de Junho de 2011 às 09:14 / Por: Nathan Figueiredo



rio_apodi_mossoroAudiência Pública discutirá situação do rio Apodi-Mossoró. A reunião está marcada para o dia 6 deste mês, às 9h30, no auditório do Sesi (rua Benjamin Constant, 65, bairro Doze Anos). A iniciativa é do deputado estadual Fernando Mineiro.



Na oportunidade, será apresentado diagnóstico físico-químico-ambiental do rio, assim como o relato das ações realizadas nessa Bacia Hidrográfica.



O encontro faz parte da programação festiva pelo Dia do Meio Ambiente, comemorado no dia 05 de junho.

Com informações de Tércio Per